Enfisema Pulmonar – Tempo de Vida

A saúde é uma coisa com a qual não se brinca. Um enfisema pulmonar é uma doença respiratória que ataca os pulmões, onde os mesmos vão perdendo a elasticidade dos alvéolos.

Esse local é responsável pela a troca de oxigênio, onde com a doença começa a ser destruido aos poucos, é um processo que ocorre de maneira gradualmente, por isso, na grande maioria dos casos os sintomas passam despercebidos.


Enfisema Pulmonar – Sintomas mais comuns:

Enfisema Pulmonar - Sintomas mais comuns:

  • Dor ou sensação de aperto no peito;
  • Sensação de falta de ar;
  • Tosse bastante persistente;
  • Chiado no peito;
  • Pés e mãos com o dedo azulados.

Um dos sintomas alarmante da doença é a falta de ar, a enfisema pulmonar é um doença perigosa pois é difícil de ser diagnosticada, como vai acontecendo de maneira bem devargar, as pessoas costumam a notar o problema quando a falta de ar se torna um problema constante, bastante persistente.

Atividades simples, como subir e descer escadas, pode causar um cansaço fora do comum, fique alerta, pois esse pode ser um sintoma da doença.

Nos casos mais raros, a doença pode causar perda de peso, dificuldade para dormir, depressão, falta de apetite e diminuição do líbido.

Poderá gostar: Dor na costela esquerda pode significar problemas de saúde


Como acontece e porque a doença evolui?

Como acontece e porque a doença evolui?

Enfisema pulmonar é um doença que costuma aparecr já na velhice, devido a perda de função os pulmões vão se tornando menos elásticos, e mais debilitados, mais lesões. A doença costuma aparecer após os 50 anos.

Pessoas fumantes podem apresentar a doença, antes dos 45 anos, por ficarem expostas a poluição feita através do cigarro.

A doença evolui bem rápido, após diagnosticar os sintomas é preciso iniciar o mais rápido possível um tratamento, os sintomas podem variar de pessoa a pessoa, além de ser influência pelos os fatores genéticos.


Como confirmar o diagnostico de Enfisema Pulmonar?

diagnostico de Enfisema Pulmonar

É preciso realizar uma consulta medica com um pneumologista, para que ele avalie os seus sintomas, o diagnostico é feito através de uma tomografia computadorizada e raio X do tórax.

É importante não confiar somente em um diagnóstico, pois os exames podem apresentar resultados normais, mesmo que a pessoa tenha a doença, por isso, além dos exames citados acima é preciso que o médico realize um teste da função pulmonar para avaliar como o seu corpo está fazendo a troca de oxigênio.

Normalmente desenvolve a doença quem já fumou por muitos anos, a enfisema pulmonar é uma doença que não tem cura, existe tratamento que pode aliviar os sintomas, é preciso procurar um médico para receitar os medicamentos corretos e mudar seus hábitos de vida.

Poderá gostar: Mancha no pulmão – Tudo o que precisa saber!


Como é feito o tratamento?

O tratamento é realizado com a orientação de pneumologista, em todos os casos e grau da doença é importante evitar o cigarro, caso você seja fumante, em casos mais extremos da doença, pode ser receitado o uso de corticoides, como budesonida e beclometasona, que atua aliviando a inflamação nas vias respiratórias.

Em alguns caso é recomendado também sessões de fisioterapia, onde é realizado exercícios que ajudam a expandir os pulmões e aumentar os níveis de oxigênio do organismo.

Importante! 

Jamais se automedique ou por motivo qualquer interrompa o uso de medicamentos do seu tratamento, antes de consultar um médico, somente ele poderá dizer qual será o tratamento correto, duração e dosagem do mesmo.

As informações cotidas neste texto, tem a intenção somente de informar sobre a doença e seus possiveis tratamentos, procure o mais rápido possivel orientação medica.

A Enfisema Pulmonar pode desenvolver complicações durante o tratamento, tais como:

  • Com o aumento da pressão das artérias que ligam o pulmão e coração, pode ocasionar problemas cardíacos;
  • É possivel desenvolver um colapso pulmonar, por conta do grande buraco que se forma no pulmão.

A melhor maneira de ser previni da Enfisema Pulmonar e evitar a exposiçãos aos agentes causadores da doença. Caso você seja fumante, parar de fumar já é o primeiro passo.

Em geral pessoas que demoram diagnosticar a doença vivem de 2 a 4 anos se tratando, em alguns caso o paciênte vai a óbito por não descobrir o diagnóstico de maneira precoce.

Procure um pneumologista de sua confiança, exponha ao mesmo o seus sintomas e procure tratamento, afinal apesar da doença não ter cura, possui tratamento que pode salvar a sua vida.


Extra – Vídeo informativo

Abaixo fica um curto vídeo com informações importantes relativas a esta doença. Caso tenha tempo assista que vale a pena.

Poderá gostar: Dor nas costas lado esquerdo ao respirar, omoplata, costelas e rim

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.