Dor no Bico da Mama


A dor no bico da mama pode ser bastante comum de ocorrer nas mulheres.

No entanto, as causas são bastante variadas e precisam ser investigadas, pois pode ser algo simples como o uso de um sutiã inadequado ao tamanho e estrutura dos seios que acabe por incomodar você, mas também é possível que esteja ligado a outros problemas, o mais grave deles, o câncer de mama.

Desta forma, é fundamental procurar um médico caso a dor não passe. Neste artigo vamos nos aprofundar sobre as causas que geram esse incômodo e também indicar os tratamentos mais adequados para cada caso.


As principais causas da dor no bico da mama 

Dor no Bico da Mama

Imagem: PixBay

A causa mais comum da dor no bico da mama é a partir da fricção do tecido junto aos seios. Isso pode ocorrer tanto no mamilo esquerdo como no direito.

Normalmente é ocasionado por um sutiã muito grande ou por uma camisola apertada demais, que esfregue contra os mamilos e gere essa irritação. Mas há outras formas, que podem indicar problemas mais complexos.

Menstruação

É possível que algumas mulheres sintam dor no bico da mama durante o ciclo menstrual, mas antes da menstruação em si.

A dor neste caso surge por conta do aumento do estrogênio e da progesterona no organismo, o que faz com que os seios se encham de fluidos e aumentem de tamanho.

Esse problema desaparece após o fim do período menstrual.

Dermatite

A dermatite pode gerar incômodos na região dos seios. É o caso da descamação da pele, do surgimento de crostas e de bolhas ou manchas vermelhas (eczema) em torno do mamilo.

A dermatite nada mais é do que uma reação alérgica da pele após contato com alguma substância. É provável que sabões ou detergentes diversos possam causar a dermatite.

Câncer de mama

O pior cenário de quando uma mulher tem dor no bico da mama é quando se trata de um câncer na região. No entanto, somente a dor não aponta com precisão que a pessoa esteja com esse problema.

É o caso de estar acompanhado de outros sintomas, tais como:

  • Caroço na mama;
  • Mamilo produzir líquidos que não sejam leite mamário;
  • Alterações no formato ou tamanho de um dos seios;
  • Mudanças na forma ou na cor do bico da mama.

Caso você perceba que a dor no bico da mama está acompanhada de outros sintomas como esses mencionados acima, procure imediatamente um médico, que irá investigar e detectar se há um câncer de mama ou se é outra enfermidade.

Amamentação

Uma dor no bico da mama bastante comum é aquela provocada após a amamentação.

Isso porque, o bebê faz muita força durante o processo de sucção do leite materno, logo, é plenamente normal que a mamãe sinta dores na região ao término da alimentação.

Mastite

A mastite é uma infecção que deixa as mamas inchadas, doloridas e com uma cor avermelhada. Pode incluir ainda febre e calafrios.

Trata-se de um problema que surge quando o leite se prende em um dos dutos mamários e as bactérias se desenvolvem na região. Caso não haja tratamento, a mastite pode levar à criação de pus e abcessos na região.

Candidíase mamária

Esta infecção também pode aparecer durante a amamentação. Trata-se de um fungo que faz com que os mamilos sequem e se rachem por causa da amamentação.

A candidíase faz com que a mulher tenha uma forte dor no bico da mama após o término da alimentação do bebê. A criança, inclusive, pode ser infectada, ficando com manchas brancas na boca.

Gravidez

Dor no bico da mama pode indicar que a mulher esteja grávida.

É normal que nesse processo o corpo passe por inúmeras mudanças, como dor no peito, inchaço nos tornozelos e outras mais, todas causadas pelas mudanças dos hormônios dentro do organismo, que se alteram para dar conta de uma vida que será gerada ali.

É normal ocorrer também: náuseas e vômitos, mais idas ao banheiro para urinar, cansaço e indisposição matinal. A dor na região passa, mas certamente os seios passarão por um processo de crescimento ao longo da gravidez.


Tratamento para dor no bico da mama

O tratamento para este problema dependerá da causa que o originou. Por exemplo, se a dor é provocada por algum tecido, procurar sutiãs e camisolas mais confortáveis podem resolver a questão.

Já a dermatite é tratada por meio de cremes e loções que diminuem a inflamação. No caso da candidíase, um creme antifúngico deve ser aplicado no local. Para curar a mastite, o médico deverá prescrever um antibiótico que combata a infecção.

As dores provocadas exclusivamente pela amamentação podem ser tratadas com analgésicos, mas também de forma natural. Por exemplo, aplique nos seios uma compressão quente e úmida. Pomada de lanolina ajuda a evitar que o mamilo fissure.

No caso do câncer de mama, após o diagnóstico médico, pode ser necessária a realização de uma cirurgia para a retirada do nódulo do seio, além de sessões de radioterapia e quimioterapia.

E então, já sabe as causas e os tratamentos para as dores nos bicos das mamas? Qualquer dúvida é só perguntar!


1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *