Clotrimazol precisa de receita?

O Clotrimazol é normalmente receitado para tratar problemas relacionados com inflamações.

Para quem não conhece este medicamento ele é também chamado de Canesten ou Gino Canesten, o nome que costumamos ver frequentemente nas publicidades televisivas, e também da Internet.

Uma das grandes dúvidas das pessoas é se o Clotrimazol precisa de receita, ou seja, prescrição médica, e vamos responder a isso mesmo abaixo, com todas as informações que precisa para o começar a utilizar de forma simples, segura e eficaz.

Ele pode ser encontrado na forma de creme vaginal, creme dermatológico, spray, gotas ou comprimidos vaginais.

O que é Clotrimazol?

Gostamos de deixar sempre uma explicação simples e clara acerca de todos os comprimidos que publicamos no nosso website, por isso vamos colocar um excerto do wikipedia mesmo abaixo:

Clotrimazol é um fármaco do grupo dos antifúngicos. Possui espectro de ação amplo contra micoses superficiais e as que atingem a vagina.[1] O medicamento, quando usado nas genitais, pode interferir na eficácia da camisinha e outros produtos feitos a partir de latex como diafragmas. Wikipedia

Clotrimazol precisa de receita?

Tal como o Cetoconazol, o Clotrimazol não precisa de receita médica!

Mas porquê? A resposta é simples!

Apenas medicamentos/comprimidos que agem sobre o sistema nervoso central, os psicotrópicos precisam de prescrição médica, os restantes estão a venda livremente para quem os quiser comprar.

Clotrimazol vende sem receita medica?

Clotrimazol vende sem receita?

Vende sim! A única coisa que poderá mudar é o seu preço, isto porque todos os tipos de comprimidos ficam muito mais baratos com receita médica.

Felizmente para este caso não é grande problema uma vez que o seu preço começa nos 3 reais, é algo acessível a praticamente todas as pessoas.

Como tomar Clotrimazol

A utilização deste medicamento varia muito se é tomado em comprimido, spray, gel ou pomada. Recomendamos sempre que pergunte estas informações ao seu farmacêutico antes da compra pois é a forma mais segura de tomar clotrimazol da forma mais correta possível.

Chamamos a atenção relativamente ao creme vaginal, nunca deite mais que a dose recomendada pelo seu médico ou farmacêutico caso contrário poderá sofrer dos efeitos secundários.

Conclusão

Clotrimazol não precisa de receita medica, mas caso tenha qualquer tipo de dúvida relacionada com este medicamento recomendamos que vá sempre ao seu médico de família para que ele lhe possa recomendar as doses certas de acordo com o seu tipo de corpo.

Leia sempre atentamente todos os folhetos dos comprimidos.

Esperamos ter ajudado, qualquer dúvida ou opinião pessoal é só deixar um comentário abaixo!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.