Sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade


Neste artigo vamos falar sobre o sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade.

A identificação de sangramento por meio anal geralmente ocorre quando o indivíduo encontra pequenas manchas de sangue em suas roupas íntimas ou em papeis higiênicos e vasos sanitários.

Este sangue pode estar vindo do ânus ou de alguns trechos do intestino, sendo que para cada trecho a patologia indicada pelo organismo é diferente e deve-se estar atento aos sintomas.

Mesmo que seja comum ocorrer sangramento em pequena quantidade, devido ao rompimento de pequenos vasos durante a defecação, o sangramento anal em grandes quantidades é o foco deste artigo, uma vez que indica uma série de doenças e um alerta para a saúde e bem-estar da vida do paciente.


Tipos de sangramento

Tipos de sangramento

Intestino Grosso

O sangue proveniente do ânus costuma vir em pequena quantidade e em vermelho vivo. Contudo, nem sempre o sangue tem origem no ânus, sendo muitas vezes apenas levado até o ânus a partir de seu local de origem.

Quando em grande quantidade, pode ser vermelho vivo, de origem provavelmente retal ou em um tom de vermelho muito escuro, às vezes misturado com as fezes, se originando no estômago ou no intestino delgado. O reto é a parte final do intestino grosso, o canal logo antes do ânus.

Um sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade é uma situação emergencial e o paciente deve se encaminhar ao hospital o mais rápido possível.


Causas do sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade

Causas do sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade

Intestinos e reto

Causas desta condição incluem:

  • Hemorroidas: Causa mais comum dos sangramentos, caracteriza-se por veias ao redor do ânus ou do reto que sofrem processos inflamamatórios ou dilatação.
  • Fissura anal: A fissura anal é uma ferida na circunferência anal, que pode surgir devido a uma série de fatores e é comum entre adultos.
  • Inflamação (colite ulcerativa): Normalmente aparece após os 15 anos, e é uma doença em que há inflamação no intestino grosso (cólon) e no reto, caracterizada também por ulcerações na camada superficial do intestino.
  • Pólipos colorretais: Um pólipo colorretal é um crescimento normal, como tumores, que ocorre na parede do cólon ou reto. Podem ser pré-cancerosos ou serem de natureza benigna, embora apresentem sangramentos.
  • Câncer de cólon: O sangramento retal com sangue vivo em grande quantidade pode ser também um indicador de câncer de cólon. Acontece quando tumores se desenvolvem ao longo do intestino grosso (cólon) e do reto.
  • Doença diverticular: Um divertículo é uma pequena bolsa em forma esférica ou circular que surge na parede do cólon. Pode atingir todo o cólon ou concentrar-se em alguns trechos apenas. A doença diverticular é um processo inflamatório e infeccioso que acontece quando os divertículos se rompem, causando sangramento.
  • Prolapso retal: Algumas pessoas, principalmente idosas, não tem a condição muscular para suportar a região anal, dessa forma uma porção do reto pode ser projetada para fora do ânus e causar sangramentos.

Sangue nas fezes pode ser endometriose

O sangue retal pode também significar endometriose. Decidimos colocar um vídeo com todos os detalhes, assim o artigo não fica tão longo e torna-se ainda mais prático.

Pode assistir ao vídeo ou avançar para as complicações.


Quais as complicações que pode trazer?

Quais as complicações que pode trazer

Dores intensas

Após a perda excessiva de sangue, alguns sintomas comuns são fraqueza, desmaios, confusão mental, dificuldades para respirar e dor abdominal acompanhada ou não de diarreia.

Outros sintomas são mudanças na cor ou consistência das fezes. Dentre as complicações, a anemia é uma das principais listadas, porém a hemorragia devido às patologias retais pode ser severa e colocar em risco a vida do paciente, necessitando pronto atendimento para evitar choque ou sequelas ao organismo.

Ainda que o paciente possua hemorroidas, é imprescindível que em casos de forte sangramento, busque um hospital para investigar a origem do sangue e assim receber o tratamento adequado.


Tratamento mais eficiente

Se o sangramento retal for de origem infecciosa, o tratamento consiste na lidministração de antibióticos, que atuarão no combate às bactérias causadoras da infecção.

Por ter perdido muito sangue, é recomendável a administração de soros e uma transfusão de sangue dependendo do nível de gravidade da condição do paciente. Caso haja um pólipo rompido e isso justifique a origem da hemorragia, a colonoscopia poderá retirar o mesmo.

Se, no entanto, as hemorróidas forem o motivo do sangramento, existe a possibilidade de uma intervenção cirúrgica. Alguns dos demais casos podem exigir de igual maneira a intervenção cirúrgica e é importante que o paciente procure um hospital em todos os casos de sangramento excessivo retal para que sejam investigadas as causas e após o devido diagnóstico venha o tratamento adequado.

Loading...
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, media: 5,00 de 5)
Loading...

Relacionados do blog...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *