Diprogenta precisa de receita? Veja todas as informações

O Diprogenta é um conhecido creme ou pomada, utilizado para fins dermatológicos relacionados com infeções na pele causadas por fungos ou bactérias e também para a psoríase. Será que necessita de receita médica? Saiba tudo ao longo do artigo.

O que é Diprogenta?

Diprogenta precisa de receita

É uma pomada com fim anti-inflamatório e antibiótico, composta por dipropionato de betametasona e sulfato de gentamicina, e é usada para tratar infeções de pele causas por bactérias e fungos, onde se incluem doenças como dermatites, pano branco e psoríase.

O Diprogenta atua localmente através da ação anti-inflamatória, aliviando assim a comichão causada por estas doenças e o seu efeito é de longa duração e de grande eficácia mesmo com apenas 2 aplicações por dia. Este creme também pode ser usado para a cicatrização da pele depois da colocação de um piercing, dermatite atópica, queimaduras solares e lúpus.

Como qualquer medicamento, o Diprogenta também tem alguns efeitos secundários, que devem ser comunicados ao seu médico caso sejam intensos:

  • Vermelhidão
  • Ardor
  • Secura da pele
  • Inflamação do folículo piloso
  • Desenvolvimento anormal de pelos
  • Hipo pigmentação
  • Erupções acneiformes
  • Dermatite perioral
  • Dermatite de contacto alérgica
  • Maceração cutânea
  • Infeção secundária
  • Estrias
  • Inflamação das glândulas sudoríparas

Atenção à dose recomendada pelo seu médico, que deve mesmo cumprir, pois aplicações a mais podem piorar ainda mais o problema.

Poderá gostar: Gino Canesten precisa de receita?

Diprogenta precisa de receita médica para comprar?

Sim, para conseguir Comprar Diprogenta precisa de receita médica, pois está classificado como um anti-inflamatório, e como é usado sob a pele tem que se ter cuidado com a sua composição para assim não piorar mais o problema, por isso deverá ser sempre prescrita pelo seu médico de família ou dermatologista.

Diprogenta vende sem prescrição médica?

Diprogenta vende sem prescrição médica

Como já mencionado anteriormente, doente deverá ser analisado por um médico antes de recorrer a qualquer tratamento. Existem no mercado outras soluções sem receita médica, mas o Diprogenta precisa mesmo de uma prescrição de um médico, pois só ele saberá avaliar o seu caso e saber se este creme é o mais adequado a si.

Como qualquer medicamento, mesmo com venda livre, o utente deverá sempre procurar um médico para avaliação. A automedicação nunca é solução e por vezes pode ser bastante prejudicial.

Poderá gostar: Fluconazol precisa de receita?

Loading...
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, media: 3,00 de 5)
Loading...

Relacionados do blog...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *