O que são cristais na urina – Causas e tratamento 100% eficaz


No decorrer da vida podemos passar por diversas doenças e incômodos que devem ser tratados da forma correta.

Um problema comum que ocorre com muitas pessoas é a formação de cristais na urina.

O que são cristais na urina?

O que são cristais na urina?

Os cristais na urina são formados por ingestão de pouca água, dieta rica em proteínas ou alterações no pH da urina.

Os rins têm como função filtrar o sangue e nesse processo é produzida a urina que é composta por água e outros resíduos que ficam separados do sangue durante a filtração.

Alguns componentes encontrados na urina além da água são: cálcio, nitrogênio, ácido úrico e carbono.

Como a urina é uma solução todos os seus compostos estão em forma líquida, por isso, a formação de cristais na urina não é normal e nem saudável.

A presença de cristais na urina mostra que alguma coisa está errada com o sistema urinário que é formado pelos rins, bexiga, uretra e ureteres.


Causas da urina com cristais

Causas da urina com cristais

Desidratação – Uma pessoa que bebe pouca água e outros líquidos permite que alguns elementos da urina mudem para a forma sólida, resultando nos cristais.

Quando o corpo não recebe a ingestão adequada de água, a concentração de compostos como, o ácido úrico aumenta rapidamente, levando ao desenvolvimento de cristais na urina.

Mudanças no pH da urina – Quando o pH da urina fica anormal, os cristais na urina aparecem. Quando a urina é ácida, o valor do pH é inferior a 7, já quando o pH ultrapassa o número 7 quer dizer que a urina é alcalina, ou seja, livre de cristais.

Infecções do trato urinário (ITU) – Os seres humanos e outros animais sofrem com infecções do trato urinário. Isso acontece porque as bactérias aumentam o valor do pH da urina, tornando a urina mais ácida.

Urolitíase – Cristais na urina por um longo período de tempo pode significar também urolitíase, quer dizer, pedras na bexiga. Os sintomas de pedra na bexiga não aparecem no início, porque as pedras são muito pequenas.

Dieta – Uma dieta rica em proteínas pode também levar à formação de cristais na urina.

Também a ingestão de proteínas e muito cálcio aumenta o ácido úrico na urina. As proteínas presentes nos alimentos provocam muitas alterações na urina que levará ao desenvolvimento de cristais na urina.


Tratamento para cristais na urina

O tratamento dos cristais na urina é procurar um médico especialista para realizar todos os exames e saber o que realmente está acontecendo.

Pessoas que percebam que a sua urina está cristalizada, devem começar a beber, no mínimo, dois litros de água por dia, e ingerir sucos de frutas naturais. Se o problema for apenas desidratação, em poucos dias a sua urina voltará ao normal.

Se os cristais na urina provocarem dores, o médico pode passar analgésicos que vão aliviar o incômodo.

A dieta rica em proteínas deve ser deixada de lado e as pessoas devem consumir alimentos ricos em vitaminas, carboidratos, minerais, gorduras boas e tudo mais.

Diminua as quantidades de sal nos alimentos, porque esse condimento pode provocar cristais na urina e outros problemas nos rins.

Prevenção dos cristais nos rins

  • Não coma somente alimentos com proteínas;
  • Beba muita água e outros líquidos diariamente;
  • Coma alimentos ricos em cálcio;
  • Evite suplementos alimentícios;
  • Evite sal no seu dia a dia.

Geralmente as pessoas não precisam se preocupar quando surgem cristais em sua urina, porque devem ser sinais de desidratação, ingestão de muito sal e proteínas. Os cristais na urina devem ser tratados rapidamente.

Portanto, os cristais na urina podem surgir em pessoas de todas as idades, por isso, cuide muito bem da sua alimentação e ingestão de água.

Se o problema aparecer, procure um médico que prescreverá um tratamento 100% eficaz. Em casa, beba muita água e alimentos ricos em todos os nutrientes.

O que são cristais na urina – Causas e tratamento 100% eficaz
3 (60%) 2 votes
Loading...


Relacionados do blog...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *