Cirurgia de pedra na vesícula


Todos estão sujeitos a sofrer com doenças diversas, sendo que algumas levam a cirurgia, que é um procedimento feito quando não tem outra saída para tratar a enfermidade.

Entre as cirurgias mais comuns está a cirurgia da vesícula, indicada nos casos de vesícula inflamada, pedras na vesícula e câncer.

Colelitíase ou pedra na vesícula é a presença de cálculos na vesícula biliar. Esses cristais ou cálculos podem ocorrer em diversas porções do trato biliar, como o ducto colédoco e a vesícula biliar. Wikipedia

Como surgem as pedras na vesícula

As pedras na vesícula, chamada de colelitíase se formam por meio do mau funcionamento desse órgão. Essas pedras surgem quando acontece um desequilíbrio entre a quantidade de água e as substâncias da bile.

As pedras na vesícula podem aparecer quando a quantidade de água retirada da vesícula biliar for em excesso ou quando substâncias na bile, como pigmentos e colesterol estiverem em quantidades saturadas.

Fatores de risco das pedras na vesícula

Poderá gostar: O que causa pedra na vesícula?

Fatores de risco das pedras na vesícula

São muitos os fatores de risco para o surgimento de pedras na vesícula, entre os quais estão: idade a partir dos 40 anos, sexo feminino, mulheres grávidas, obesidade, histórico familiar de pedras na vesícula, perda rápida de peso, diabetes, cirrose, jejum prolongado, sedentarismo e muitos outros.

Sintomas de pedra na vesícula

A maioria das pessoas que tem pedras na vesícula não sente os sintomas, porque, as pedras ficam dentro da vesícula, quietas sem causar problemas. Algumas vezes são tão pequenas que saem juntamente com a bile e acabam sendo destruídas nas fezes, sem que a pessoa saiba que estava com as pedras na sua vesícula.

Os sintomas começam quando as pedras ficam maiores do que o orifício de saída da vesícula. Uma pedra grande pode ficar tampando a saída da vesícula biliar, impedindo a drenagem do restante da bile.

O problema é que a saída da vesícula está obstruída e a contração gera uma pressão grande dentro da vesícula, levando a dor da cólica biliar. A cólica biliar é uma dor muito forte no lado direito do abdômen, abaixo da costela. Essa dor ocorre quase sempre depois de uma refeição.

Sintomas de pedra na vesícula

Cirurgia de pedra na vesícula

Se a pessoa apresentar sintomas de pedra na vesícula, mesmo que sejam apenas as dores biliares, o tratamento mais indicado é a cirurgia. A cirurgia para retirar as pedras da vesícula se chama colecistectomia, que consiste na retirada da vesícula.

A cirurgia para retirar a vesícula pode ser realizada de forma tradicional ou através de laparoscopia, que nos dias de hoje é a mais usada.

Para fazer a cirurgia de retirada da vesícula, o paciente deve ficar internado por um dia, no caso da cirurgia por laparoscopia e dois dias no caso da cirurgia com corte. Após uma ou duas semanas, o paciente já pode retomar a sua vida normal.

Pacientes que retirarem a vesícula e ficarem mais de três dias de repouso deverão fazer fisioterapia ainda no hospital para garantir o funcionamento normal do corpo e para prevenir complicações respiratórias.

Com a retirada da vesícula, a bile que é produzida no fígado, continuará sendo produzida, porém no lugar de ficar guardada na vesícula, ela irá direto para o intestino para eliminar a gordura dos alimentos e não a do corpo.

Pós-operatório da cirurgia de retirada da vesícula

12 horas depois da cirurgia de retirada da vesícula, o paciente poderá sentir dor no abdômen ou no ombro, por causa da irritação do nervo que vai do abdômen até o pescoço. O paciente também poderá sentir enjoos e vomitar muitas vezes, nesses casos é indicado procurar o médico para prescrever remédios para diminuir esses sintomas.

Riscos da cirurgia de vesícula

São mínimos os riscos da cirurgia de retirada da vesícula, porém os mais graves são: infecção e hemorragia. Se isso acontecer o paciente deve procurar o médico imediatamente.

Portanto as pedras na vesícula são grandes problemas de saúde, no entanto, se forem pequenas não precisam de cirurgia, porque o procedimento cirúrgico só é indicado no caso de pedras grandes que estejam tampando a saída da vesícula.

Loading...
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Relacionados do blog...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *